«Álvaro Cunhal é uma personalidade marcante, em Portugal e no mundo

terça-feira, 2 de abril de 2013

Discurso de Álvaro Cunhal no dia da promulgação da Constituição


Comício do PCP em Odivelas


No dia que se comemora os 37 anos da Constituição da República, a Comissão das Comemorações do Centenário disponibiliza o discurso realizado por Álvaro Cunhal no comício do PCP realizado nas horas seguintes à promulgação da nova Constituição.
Álvaro Cunhal começou assim a sua intervenção:

"Camaradas, eu peço desculpa de ter chegado tão tarde a este magnífico comício. Mas a razão é simples. Tive ocasião de, como representante do nosso Partido, assistir à sessão da Assembleia Constituinte onde foi promulgada a nova Constituição. Trata-se de um acontecimento verdadeiramente importante na Revolução portuguesa, de um acontecimento importante para a consolidação da nossa democracia. As forças reaccionárias fizeram tudo, sobretudo nos últimos tempos, para impedir a aprovação e a promulgação da Constituição actual. Porque viram que a Constituição, no fim de contas, não correspondia àquilo que elas queriam que fosse, mas, pelo contrário, consagrou as liberdades e as conquistas fundamentais da Revolução. Consideramos por isso que é legítimo considerar a Constituição agora aprovada e promulgada como uma conquista das forças revolucionárias portuguesas, do nosso povo, dos militares do 25 de Abril. Há uma Constituição que está feita, que está promulgada, que é actualmente a lei fundamental do nosso país, e não só há que cumpri-la, como há que exigir a todos os reaccionários, a todos aqueles que querem liquidar as liberdades, que cumpram também esta Constituição, que é obrigatória para todos os portugueses
(...)"
Ler na íntegra aqui 

1 comentário:

  1. Discurso bem caracterîstico do camarada Âlvaro.Que verdades!

    Um bjo

    ResponderEliminar