«Álvaro Cunhal é uma personalidade marcante, em Portugal e no mundo

sábado, 4 de maio de 2013

«Na Cinemateca Portuguesa» CICLO Centenário de Álvaro Cunhal


«Na Cinemateca Portuguesa»
CICLO
Centenário de Álvaro Cunhal
O filme de José Fonseca e Costa a partir do romance de Manuel Tiago é projetado numa sessão organizada no contexto das iniciativas promovidas pela Comissão das Comemorações do Centenário de Álvaro Cunhal (1913-2005).


21-05-2013, 21h30 | Sala Dr. Félix Ribeiro
Centenário de Álvaro Cunhal
Em colaboração com a
 Comissão das Comemorações do Centenário de Álvaro Cunhal
Cinco Dias, Cinco Noites
de José Fonseca e Costa
com Vitor Norte, Paulo Pires, Ana Padrão, Canto e Castro, Teresa Roby, Miguel Guilherme
Portugal, 1996 - 102 min
Portugal
CINCO DIAS, CINCO NOITES adapta um romance de Manuel Tiago (Álvaro Cunhal) numa revisitação dos anos quarenta portugueses e a uma história de resistência ao regime: a história de um fugitivo à polícia política que passa a fronteira a salto. O argumento é de Fonseca e Costa e Jennifer Field, a música de António Pinho Vargas. “Um filme é, em si mesmo, uma obra de arte. Com uma característica particular: a de que nele intervêm e se complementam para o resultado global muito diversas formas de criação artística. Tomar à partida a história de uma novela, mesmo que respeitando a sua mensagem fundamental não significa mera transposição da novela para o cinema. […] O filme "Cinco dias, cinco noites" poderá neste sentido justamente chamar-se um filme de Fonseca e Costa” (Álvaro Cunhal, março de 1996).

Sem comentários:

Publicar um comentário