«Álvaro Cunhal é uma personalidade marcante, em Portugal e no mundo

terça-feira, 14 de maio de 2013

Penalva do Castelo


Conto Infantil de Álvaro Cunhal contado às crianças de

Penalva do Castelo

 
Foi uma Sessão de Conto infantil muito participada, aquela que hoje preencheu os “Sábados da Bibliotecaem Penalva do Castelo. O conto, numa encenação muito criativa da Zumzum Associação, é da autoria de Álvaro Cunhal, “Os Barrigas e os Magriços”, e insere-se nas Comemorações do Centenário do nascimento desta figura incontornável da história de Portugal.
Não se come com a boca cheia!”, repetiam as crianças percebendo a maldade dos “barrigas”, que, comendo tudo quanto produziam os “magriços”, os impediam de ter uma vida dignamente humana. É que os Barrigas tinham os soldados como aliados que prendiam e maltratavam os Magriços. Com o notável desempenho da Ana Morgado e do Rui Pêva, facilmente as crianças perceberam quem eram os maus e porque eram maus.
Não fales com ele…!” O soldado estava pronto a matar o magriço que se atreveu a exigir aquilo a que tinha direito: o pão imprescindível ao sustento dos filhos, o reconhecimento do valor do seu trabalho, o respeito que toda a pessoa humana merece. Mas felizmente havia soldados amigos dos Magriços e a Revolução foi possível!
 “Ouve , se tivesses vivido nessa época, com quem estarias tu? Com os Barrigas ou com os Magriços?” é a questão final colocada pelo conto, a interrogação que terá ficado a bailar na memória das mães (exclusivamente mães) que, numa manhã de Sábado, quando tantos outros afazeres estariam em agenda, tiveram a disponibilidade para se deslocarem à Biblioteca Municipal de Penalva do Castelo e assim abrir portas a uma excelente aula de Educação para a Cidadania.
A terminar a manhã, uma oficina de expressão plástica, na qual as crianças coloriram um dos desenhos produzidos por Álvaro Cunhal, nos dias difíceis da prisão, onde apenas a memória permitia a relação com o quotidiano, as imagens, os cheiros, as cores, as paisagens, os homens e as mulheres feitos de realidade e projecto que assim retratou. Não faltaram os cravos com sabor de Abril, construídos na reciclagem de materiais que assim afirmaram a indelével aliança entre a conquista da democracia e a intervenção do humanista memorável em muitas dimensões da sua existência.
Os parabéns vão para os responsáveis por esta excelente iniciativa, para o notável trabalho em prol da cultura que se vem desenvolvendo naquele Concelho, por mão de alguém que compreende e valoriza o investimento na dinamização cultural de equipamentos de qualidade, assim cumprindo o papel a que estão destinados: humanizar as populações por via das realizações culturais.
Outras Sessões de Conto se seguirão acompanhando a exposiçãoVida, pensamento e luta: exemplo que se projecta na actualidade e no futuro”, assinalando o centenário de Álvaro Cunhal no nosso distrito.
Em ViseuMais.com

Sem comentários:

Publicar um comentário