«Álvaro Cunhal é uma personalidade marcante, em Portugal e no mundo

segunda-feira, 17 de junho de 2013

Ler, reler e aprender

Ler (e/ou reler Álvaro Cunhal) deveria ser tarefa militante. Para ajudar a conhecer a História, para ganhar força para o contributo individual (no colectivo) para a sua transformação.  
Não obstante - ou confirmando - a regra de comportamento traduzida em duas frases, escritas em 1939 em "Um problema de consciência"

Pré-visualizar

muito se aprende a acompanhar toda a reflexão (e documentos que a traduzem) e que, escorada numa firme e sempre experimentada base teórica, procura corrigir o "desvio de direita" e vai construindo o "rumo à vitória".
Para exemplo, e por exemplos..., nesta entrevista à Rádio Portugal Livre, transmitida a 30 de Maio de 1962, depois publicada em o militante, dizia Álvaro Cunhal:









e tantos se poderiam juntar!...
(e alguns se juntarão)

Sem comentários:

Publicar um comentário