«Álvaro Cunhal é uma personalidade marcante, em Portugal e no mundo

quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Conto infantil de Álvaro Cunhal em exposição na Torre do Tombo


O conto infantil 'A história de um gordo chinês que estava de barriga para o ar', escrito por ÁLVARO CUNHAL durante a Guerra Civil de Espanha, vai ser tema de uma exposição na TORRE DO TOMBO, em LISBOA.

Silvestre Lacerda, diretor-geral da Direção Geral de Arquivos e do Arquivo Nacional da Torre do Tombo, disse à Lusa que o conto infantil foi escrito pelo líder comunista português sob o pseudónimo de Frederico Navarro e lido aos microfones da Rádio Portugal Livre, na capital espanhola durante a Guerra Civil (1936-1939).

um conto infantil que ele escreveu, talvez em 1937, para a Rádio Portugal Livre que emitia durante a Guerra Civil de Espanha, a partir de Madrid, e que está no processo da Carolina Loff", explicou Silvestre Lacerda.

Carolina Loff,
militante comunista portuguesa que desempenhou funções políticas em Moscovo antes de ter participado no conflito espanhol, acabou por ser expulsa do partido por ter iniciado uma relação com o agente da PIDE que a prendeu nos anos 1940, em Portugal.

"É uma
história moral de um 'gordo chinês que estava deitado de barriga para o ar' e que era o dono dos campos. Há dois meninos que o vão visitar e ele diz que é muito cansativo ficar de barriga para o ar. Depois, os meninos também tentaram ficar de barriga para o ar, mas não conseguem porque são muito irrequietos, dizendo que de facto é muito cansativo estar de barriga  para o ar.

Os
miúdos encontram depois um camponês pobre que desmonta a situação e que lhes explica que o homem gordo está de barriga para o ar porque os outros trabalham para ele ...", relatou o diretor da Torre do Tombo, que prepara uma exposição sobre o primeiro centenário do nascimento de Álvaro  Cunhal (1913-2005) e que deve abrir ao público a 7 de novembro. "Vamos tentar, com base em documentação que temos vindo a pesquisar, chamar a atenção de dados que são menos conhecidos sobre Cunhal.

Naturalmente que a intervenção política também consta, mas vamos ter outros assuntos com base nos arquivos da PIDE, nos Arquivos Salazar, com base nos Arquivos da Censura e vamos tentar encontrar algumas coisas no Arquivo de Melo Antunes e do Conselho da Revolução para chamar a atenção de outros aspetos sobre Álvaro Cunhal", adiantou Silvestre Lacerda, que destaca o conto infantil escrito em Espanha durante a Guerra Civil.

Sem comentários:

Publicar um comentário