«Álvaro Cunhal é uma personalidade marcante, em Portugal e no mundo

sexta-feira, 29 de março de 2013

Excertos

“(...) Uma análise atenta da história, tanto do exercício do poder político como do exercício da direcção de partidos, mostra que o abuso do Poder é fácil e a impunidade também. Esta conclusão não significa que a posição correcta seja a desconfiança sistemática. Nem tão-pouco a ideia de que o mal é irremediável porque o defeito está na natureza humana. Se a história é pródiga em abusos do Poder e coberturas de impunidade, regista – e é imperativo que não só registe mas valorize – os que exercem o Poder com respeito pelos direitos e pela dignidade dos que são abrangidos pelas suas decisões (...)”

Álvaro Cunhal, Julho de 1997,
no prefácio à publicação do relatório
para o IV congresso do PCP (1946)

Sem comentários:

Publicar um comentário